CITESC

- Centro de Ciência, Inovação e Tecnologia em Saúde de São Carlos

SÃO CARLOS - SP

Projeto: 2010

Área: 4795 m²

A implantação do CITESC - Centro de Ciência, Inovação e Tecnologia em Saúde, unidade de São Carlos, no Parque Eco tecnológico DAMHA de São Carlos, consiste no esforço conjugado de diversas instituições e empresas, USP, UFSCar, Embrapa, UNESP, Grupo empresarial ENCALSO/DAMHA e Prefeitura Municipal de São Carlos/SP, para a criação de um centro nacional de pesquisa e desenvolvimento cujos principais atributos são:

- Abrigar, desenvolver e fomentar projetos com perfil de Extensão, com aplicação de Ciência, Tecnologia e Inovação em Saúde;

- Permitir a exposição desses projetos a composições empresariais que possam continuar seu desenvolvimento e viabilizar sua produção;

- Infraestrutura ambulatorial de modo a permitir o acesso da população a métodos, diagnósticos e procedimentos de alta tecnologia através de exames apenas acessíveis em grandes centros ou no exterior.

No projeto arquitetônico para o edifício do CITESC procurou-se adotar os princípios que norteiam a própria existência do Parque Eco-Tecnológico. O uso dos modernos conceitos de sustentabilidade, traduzidos na alta performance tecnológica, na eficiência do sistema construtivo, no correto uso dos materiais, na racionalidade e economia dos recursos energéticos. Assim de um lado buscou-se:

- A orientação do edifício com a dimensão longitudinal para a face norte e nordeste prioriza insolação e direção dos ventos, atendendo requisitos de conforto e eficiência energética.

- A utilização das fontes naturais de iluminação e ventilação, alcançadas pela correta orientação das aberturas e proteções

- A reutilização da água de chuva (banheiros, limpeza e jardins).

- O uso de aquecimento solar.

- Proteção da face oeste com teto verde

- Uso de brises de modo a possibilitar o sombreamento dos caixilhos e reorientação de luz solar para otimizar a iluminação natural e impedir radiação solar direta.

E de outro:

A tecnologia: Utilização de estrutura de concreto pré-fabricado.

O uso de modulação: Todo o edifício é modulado de 7.5m por 7.5m.

A flexibilidade dos ambientes com a utilização de Dry wall para dividir as salas e laboratórios.

- Acessibilidade.

O edifício terá uma parte administrativa, um conjunto de laboratórios, salas para desenvolvimento de projetos específicos, apoio médico ambulatorial.

R. D. Pedro II, 842, sala 2 e 4 - São Carlos-SP   |  TEL: (16) 3413 1171  |  arqjmn@uol.com.br

© 2019  JMN Arquitetura

DESIGN BY LAMARQUES ADAM DE M. RODRIGUES